quinta-feira, 6 de junho de 2013

Como ser bacana mesmo influenciado por Hollywood


 
Atuallizado
Há artistas que viram celebridades em Hollywood e acabam se influenciando pelo glamour participando de eventos sofisticados, saindo na mídia de fofocas, comprando mansões luxuosas e convivendo com pessoas fúteis numa vida de aparência. O ator John Cusack nasceu em Chicago, tem 46 anos, uma carreira de sucesso no cinema, mas mantém seu vínculo com a juventude rebelde.
John Cusack alterna filmes comerciais com independentes de baixa repercussão. Mas o que é interessante na filmografia é sua iniciativa com o rock´n´roll. Ele já apareceu em filmes usando camisetas do The Clash, Bauhaus e Ramones. E também da marca Dickies e da loja de discos Wax Trax. Além de sempre dar pitacos na produção das trilhas sonoras dos filmes que trabalha.
Prova é “War Inc” (2008), no qual ele foi produtor e atuou. A trilha tem David Bowie, Joe Strummer & The Mescaleros e Wilco. Além de ser fã do The Clash, John Cusack era amigo de Joe Strummer e escreveu um belo tributo ao amigo roqueiro depois de sua morte. Além de aparecer no documentário “Joe Strummer: The Future Is Unwritten” (2007) dando depoimento. A parceria profissional entre os dois começou em 1997, no filme “Matador em conflito”, cuja trilha foi feita por Joe Strummer. E o ator também era amigo de outro rebelde do show business, o jornalista Hunter Thompson.
 
COLEÇÃO - Mas a maior metalinguagem proporcionada pelo ator foi no filme “Alta fidelidade” (2000). Ele interpretou Rob Gordon, dono de uma loja de discos de vinil, na adaptação do livro homônimo, de Nick Hornby, dirigida por Stephen Frears. Na tela, além de trabalhar numa loja de discos, citar várias bandas e ter sua própria coleção de vinis, ele protagoniza uma cena muito bacana que só está disponível nos extras do DVD, sobre uma compra de uma coleção de discos de rock raros na casa de uma esposa traída.
Em outubro do ano passado John Cusack subiu ao palco num show de Peter Gabriel, em Los Angeles (EUA), para participar da música “In Your Eyes”, da trilha do filme “Digam o que quiserem” (1989), de Cameron Crowe, outro que relaciona rock com cinema.
CELEBRIDADE - Mas como não dá para se livrar totalmente da influencia hollywoodiana, John Cusack também tem o típico lado de celebridade. Ele tem três moradias luxuosas, sendo uma delas no paraíso Malibu, e já foi eleito um dos 100 homens mais sexys do mundo em 2007 pela revista Empire.Como prova do prestígio atual de John Cusack ele trabalha em nove filmes a estrearem até 2015. Depois de viver o escritor Edgar Allan Poe em “O corvo” (2012) ele interpretará outro personagem real. Dessa vez será Brian Wilson, numa cinebiografia do vocalista do Beach Boys no cinema, “Love & mercy”, ainda sem data prevista de estreia. Ah, se o cinema tivesse mais atores como John Cusack...


2 comentários:

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

Nossa, acho que john Cusack é um cara é um cara de grande prestigio. semana passada voltei a ver "Alta Fidelidade" e o jeito que ele descreve as desilusões amororas me prende do começo ao final e tambem a trilha sonora que realmente é foda ‘’Oh! Sweet Nuthin’’, ‘’Everybody’s Gonna Be Happy’’, ‘’Most of The Time’’ e assim por diante.