terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Minha rua, Minha vida


Andando pelas ruas de Salvador (BA) a sensação que se tem é que não há programa de assistência social da prefeitura. É tanta gente vivendo nas ruas (foto) em condições lamentáveis que chega a ser difícil acreditar que é realidade mesmo. Você passa por viadutos e vê uma fila com vários colchões na calçada. Seja embaixo de viadutos ou sob o céu sem proteção alguma.

A pobreza chama tanta a atenção que é comum ver diversas pessoas dividindo a limpeza dos vidros dos carros nos semáforos. Mas o que mais me chamou a atenção foi a quantidade de vendedores ambulantes que entram nos ônibus do transporte coletivo. Em cada ponto entra um (com a ajuda do motorista que abre a porta da frente). "Boa tarde pessoal! Chegou o novo chocolate que vai mudar a sua vida... só R$ 1!”.
Eu me espantei com os amplos benefícios de um chiclete. O rapaz parecia que estava vendendo um carro importado cheio de novas tecnologias ao descrever as propriedades de uma simples caixinha de goma de mascar.


Foto: Andye Iore

Um comentário:

Patrícia Rocha disse...

Há uns 15 anos fui a Salvador com meus pais (eu tinha 10 anos) e já naquela época a sujeira da cidade e a quantidade enorme de moradores de rua já me impressionou. É triste perceber pelo seu comentário que, pelo jeito, pouca coisa mudou...
De qualquer forma, a cidade é linda e acredito que em algum momento essas pessoas receberão ajuda e terão vontade de ser assistidas.